PUBLICIDADE

Buscas por sobreviventes de temporal no litoral de SP prosseguem hoje; chuva deve diminuir

publicidade

Buscas por sobreviventes de temporal no litoral de SP prosseguem hoje; chuva deve diminuir

Pelo menos 36 pessoas perderam a vida após forte temporal ter atingido a região e deixado bairros soterrados

As equipes que trabalham no resgate de pessoas afetadas pelas fortes chuvas ocorridas no litoral norte entre sábado (18) e domingo (19) mantêm seus trabalhos nesta segunda-feira (20). A expectativa é encontrar sobreviventes em bairros destruídos por deslizamentos, como a Vila Sahy, em São Sebastião.

Os últimos dados das prefeituras e da Defesa Civil Estadual mostram que ao menos 36 pessoas morreram. Estão desalojadas 228 pessoas e desabrigadas, 338. No município de São Sebastião, foram 35 mortes (31 na Barra do Sahy, 2 em Juquehy, 1 em Camburi, 1 em Boiçucanga). A outra vítima é uma menina que morreu ao ser atingida pelo deslizamento de pedras em Ubatuba.
Além dos bombeiros e da Defesa Civil, a área começou a receber o apoio de tropas do Exército, solicitadas pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), que no domingo sobrevoou a região e decretou estado de calamidade pública nas cidades.

Além dos desmoronamentos, as cidades sofrem com a interdição de vias e estradas e começam a enfrentar problema de falta de água potável. Ao mesmo tempo, as celebrações de Carnaval foram canceladas em diversos municípios nesse que é um destino turístico bastante procurado nesta época do ano.

Um alento para quem está na região é a diminuição da chuva, no entanto. A Defesa Civil havia divulgado um alerta que compreendia o período entre sexta-feira (17) e domingo (19). A expectativa era que a passagem de uma frente fria pelo estado pudesse levar até 250 mm de chuva para as cidades do litoral norte. O volume foi ainda maior e superou os 600 mm em São Sebastião e em Bertioga — cidade da Baixada Santista. É mais chuva do que o esperado para todo o mês de fevereiro.
Dados do portal de meteorologia Climatempo também mostram uma redução da chuva na região a partir desta segunda-feira. A previsão é de 25 mm em São Sebastião, por exemplo.
Segundo o Climatempo, as instabilidades começam a perder força. O volume de chuva diminui em relação ao do fim de semana, mas não para de chover completamente. O amanhecer ainda será com muita variação de nebulosidade na capital, no litoral e no interior, mas aos poucos o sol volta a aparecer e a chuva se concentra entre a tarde e a noite.

Na terça-feira (21) de Carnaval, a chuva perde ainda mais intensidade. Haverá mais períodos de sol e pancadas isoladas entre a tarde e a noite em todas as regiões paulistas, inclusive em parte do litoral.

Apesar da diminuição do volume de chuva, o potencial para novos transtornos continua pelo estado de São Paulo no decorrer desta próxima semana, uma vez que o solo encharcado gera risco de novos incidentes. A Defesa Civil recomenda que as pessoas que não estão no litoral norte no momento não se dirijam para a região.

Estradas
As ações para a desobstrução de rodovias atingidas pelas fortes chuvas no litoral norte continuam em andamento com os técnicos do Governo do Estado de São Paulo. Já foi desobstruída parte dos pontos de interdição da rodovia SP-055, a Rio-Santos.

Os seguintes trechos ainda têm interdição total ou parcial nas estradas, segundo balanço da Defesa Civil na noite de domingo:

Interdição total

Rodovia dos Tamoios (SP-099) — km 65 litoral e km 82 sentido capital, com as pistas funcionando ora no sentido capital, ora no sentido litoral;

Rodovia Rio-Santos (SP-055) — km 174 — queda de barreira; km 136 ao 142 — queda de barreira e árvores; km 65 — queda de barreira; km 97 — alagamento.

Interdição parcial

Rodovia Rio-Santos — km 188 — erosão; km 180 — queda de árvore; km 205 — alagamento; km 237 — queda de barreira; km 66 — queda de barreira; km 70 — queda de barreira; km 84 — queda de árvore; km 95 — alagamento; km 61 — queda de barreira; km 96 — queda de barreira; km 99 — alagamento; km 116 — queda de barreira; km 164 — queda de barreira.

Mogi-Bertioga
A rodovia Mogi-Bertioga (SP-098) continua interditada em razão do rompimento de tubulação, na altura do km 82, em Biritiba Mirim. Também há interdição parcial nos km 90 e 91, devido à queda de barreira; e no km 87, devido a uma erosão.

Caso seja necessário o deslocamento, os motoristas devem usar como rotas alternativas as rodovias do sistema Imigrantes/Anchieta (SP-160 e SP-150). Devido a uma queda de barreira no km 174+500 da SP-055, na praia do Juquehy, o acesso a uma rota alternativa pela rodovia dos Tamoios está interditado para quem está entre Bertioga e Juquehy.

Água
Os técnicos da Sabesp continuam trabalhando para o pronto restabelecimento dos sistemas de abastecimento de água no litoral norte e na Baixada Santista. As fortes chuvas deslocaram grande quantidade de lama, pedras, troncos, galhos, entre outros materiais que reduzem a vazão da água tratada nas estações. O abastecimento no município de Ilhabela está em processo de regularização. Em São Sebastião e Caraguatatuba, a companhia utiliza caminhões-tanque para realizar o abastecimento emergencial de equipamentos públicos até a regularização do sistema. Em Ubatuba, o abastecimento opera parcialmente.
Fonte: R7

Quer dar um gás nos seus negócios? Anuncie aqui!

Não é permitido a cópia do conteúdo deste site.

Entrar em contato
Quer anunciar com a gente?
Fale com um dos nossos consultores!